política de privacidade MA Hospitalar

Quais são os tipos de cama hospitalar e como escolher a melhor?

Uma pessoa em uma cama hospitalar com um médico segurando sua mão

Escolher a cama hospitalar adequada é fundamental para o conforto e recuperação dos pacientes. Mais do que um local para descanso, os leitos hospitalares oferecem funcionalidades que auxiliam no tratamento, facilitam o trabalho da equipe e ajudam na prevenção de complicações.

Independentemente se você optar por comprar ou alugar uma cama hospitalar, conhecer os tipos e suas configurações é importante para que a escolha seja a melhor possível. Afinal, existem várias opções disponíveis, que vão desde camas manuais simples até sistemas avançados de terapia.

Uma visão detalhada sobre os tipos de cama hospitalar

Cada tipo de cama hospitalar possui características, funções e aplicações próprias. A seguir, apresentamos um panorama com os principais tipos de cama e seus diferenciais: 

Cama hospitalar elétrica

Esta é uma opção versátil e completa, ideal para o ambiente hospitalar, pois oferece mais funcionalidades. Em geral, elas possibilitam o ajuste de altura, a inclinação do encosto e a elevação dos pés, tudo por meio de motores elétricos. 

Veja alguns exemplos:

Cama hospitalar azul

Este modelo é um dos principais exemplos de equipamentos que permitem o conforto e a segurança dos pacientes e facilitam a atuação da equipe. 

Com funções intuitivas, a cama tem uma usabilidade muito fácil e permite movimentações mais alinhadas às necessidades de quem a utiliza. Além disso, também possui um sistema de gerenciamento de microclima que limita os efeitos da temperatura e da umidade sobre o corpo do paciente.

Sua configuração oferece um ambiente livre de quedas, ajuda a manter a pele saudável dos pacientes e possui grades muito seguras. Dentre os seus diferenciais estão o contorno automático nos joelhos (que surge durante a elevação da cabeceira), os controles touchscreen e as luzes noturnas. 

Cama hospitalar vermelha

Segura e confortável, essa cama possui funções ideais para hospitais, clínicas e tratamentos em casa. Sua versatilidade também as torna uma ótima opção para uso em cuidados paliativos.

Dentre os seus diferenciais, vale citar o contorno automático inteligente que permite a elevação da cabeceira sem alta fricção, o comando CPR instantâneo (que volta o leito a posição horizontal em casos de emergência) e os protetores contra impacto.

Cama hospitalar verde

Esta é uma cama ideal para enfermarias,para home care e tratamentos não intensivos. O modelo une tecnologia e qualidade, oferecendo recursos básicos, mas fundamentais. 

Dentre as funcionalidades estão as articulações elétricas, a disponibilidade de grades laterais articulares e comando mecânico que retorna o leito na posição horizontal em casos de atendimento de emergência.

Além disso, ele possui os padrões do HBSW (Hospital Safety Work Group), uma entidade multidisciplinar que desenvolve e implementa políticas, procedimentos e práticas para prevenir acidentes, reduzir riscos e melhorar a segurança geral do ambiente hospitalar.

Camas semi-elétricas

Como o próprio nome sugere, esses modelos permitem ajustes elétricos para o tronco e manuais para os pés. Elas são interessantes, por exemplo, para pacientes que estão com a mobilidade da parte superior reduzida e buscam por um equipamento cômodo, de qualidade, e com bom custo benefício.

Cama hospitalar manual

Em geral, os ajustes feitos nesses modelos são realizados através de manivelas mecânicas. Apesar de serem mais econômicas, possuem menor variedade de funções e exigem um pouco mais de esforço na realização de ajustes. Esse modelo é indicado para pacientes que ainda possuem um grau de mobilidade.

Cama Hospitalar PPP

As camas pré parto, parto e pós parto (PPP)  são usadas em maternidades e oferecem estabilidade e suporte durante o nascimento do bebê, Elas reduzem riscos de quedas, acidentes e complicações.

Mesmo com uma extensão maior, elas permitem uma mobilidade importante no ambiente hospitalar, e podem ser usadas na troca de salas durante uma emergência. 

Em geral, esse modelo também é projetado para atender às necessidades de pacientes com peso elevado (acima de 150 kg), oferecendo maior resistência. Essas camas apresentam uma estrutura reforçada e extra larga, que permite mais ergonomia e segurança.

Existe alguma inovação importante nas camas hospitalares?

Sem dúvida, as camas hospitalares não ficam aquém das tecnologias voltadas para o setor da saúde. Hoje, os motores são muito mais silenciosos e permitem uma variedade maior de inclinações.

Outro ponto interessante é que os próprios colchões são mais “inteligentes”. Eles distribuem o peso do paciente de forma uniforme, reduzindo pontos de pressão e prevenindo úlceras por decúbito. Eles também estimulam a circulação sanguínea, reduzem a dor muscular e promovem o relaxamento do paciente.

Por fim, vale mencionar a conectividade desses equipamentos. Apesar de não ser uma inovação recente, são diferenciais que ajudam no tratamento do paciente. Seja por meio do Wi-fi ou bluetooth, a conexão facilita o controle remoto da cama, promovendo mais autonomia.

A cama ideal deve atender a necessidade de cada paciente

A escolha da cama hospitalar é uma decisão que impacta diretamente no conforto, segurança, bem-estar e qualidade de vida dos pacientes, além de influenciar no trabalho da equipe da sua instituição.

Agora que você conhece os principais tipos existentes no mercado, atente-se aos aspectos fundamentais, que devem ser considerados no momento da compra ou aluguel. Avalie fatores como:

  • Nível de mobilidade
  • Tipo de tratamento 
  • Recursos disponíveis

Ao considerar todos esses fatores, é possível escolher a cama hospitalar ideal para os seus pacientes, garantindo um ambiente propício para o descanso e recuperação. Se você busca por equipamentos avançados e com alta qualidade para a sua instituição hospitalar, conheça os produtos da MA Hospitalar.

Sumário

Newsletter

Inscreva-se para receber nossa Newsletter

Newsletter
Aceite